Criando um git server local

Criando um git server local

15/09/2015 Marcos Paulo de Souza 1 min de leitura

Algumas vezes queremos ter um ponto comum em uma rede local onde podemos enviar nossos commits, especialmente quando estamos trabalhando em equipe. Pois bem, a solução é simples.

Para tal feito, basta ter uma máquina Linux com sshd rodando e git instalado. Feito isto, vá até um local onde queira criar o repositório, podendo ser em um $HOME de um usuário mesmo: mkdir /home/fulano/meu_projeto.git cd /home/fulano/meu_projeto.git

Além do famoso git init, é preciso um parâmetro adicional: git init --bare

Com este comando o git cria um repositório “nú”. Ao executar o git init, este repositório se torna um working directory. Esse tipo de repositório tem um diretório .git onde uma cópia dos arquivos da pasta do projeto e todas as configurações são guardadas.

Já nos “repositórios nús”, os arquivos de configuração são colocados na própria pasta raiz do projeto ao invés da pasta .git, e com isso não existe uma working tree, com uma cópia dos seus arquivos lá dentro.

Para poder acessar os arquivos do seu novo repositório, basta executar: git clone [email protected]_do_git_server:/home/fulano/meu_projeto

O git utiliza o protocolo SSH para fazer as transferências de commits, então basta você informar a senha do usuário do SSH e tudo funcionará.

Ao fazer git push você também precisa informar a senha do usuário do SSH. Mas para evitar, basta executar um ssh-copy-id, assim, não será necessário informar a senha em cada push.

Espero que este artigo tenha sido útil para você! Dúvidas, críticas ou sugestões, favor informar nos comentários.

Até a próxima!

Referências: Git init manual ssh-copy-id manual