Laravel 5 do começo ao fim [parte 2]

Laravel 5 do começo ao fim [parte 2]

09/03/2015 Jonathan André Schweder 3 min de leitura

Esta é a segunda parte do tutorial sobre Laravel 5, caso você não tenha ainda visto, veja a primeira parte dessa série neste link.

Continuando o tutorial vamos agora partir para a parte MVC do framework, o laravel assim como a maioria dos frameworks utiliza esse conceito, veja abaixo uma tabela explicativa:

Model = Camada que faz a interface com as tabelas do banco de dados
View = Camada de visualização propriamente
Controller = Camada que faz a ligação entre "M" e "V"

Mão na massa

Vamos antes de mais nada criar nossas rotas, afinal, são através delas que nossas funções serão disponibilizadas, o arquivo de rotas fica em app/Htpp/routes.php, caso você não conheça o protocolo HTTP, abaixo vai uma tabela rápida de contextualização de alguns métodos.

GET Método de chamada padrão utilizado para requisitar um recurso do servidor.
POST Método de chamada utilizado para enviar dados de inserção no servidor
PUT Método de chamada utilizado para enviar dados de atualização no servidor
DELETE Método de chamada utilizado para enviar dados de exclusão no servidor

Existem outros métodos do protocolo HTTP, porém estes são normalmente os mais utilizados.

Abrindo este arquivo, você verá que basicamente está sendo chamado a classe Route que é a classe que cria as rotas no laravel, com algumas rotas já definidas, na documentação do laravel disponível neste link você verá todas as possibilidades de rotas, para este exemplo vamos fazer uma lista de tarefas com as seguintes rotas:

Método HTTP Caminho Descrição
GET /tarefa Listagem de todas as tarefas
GET /tarefa/create Formulário de cadastro
GET /tarefa/edit Formulário de edição
POST /tarefa Ação de cadastrar efetivamente
PUT /tarefa Ação de atualizar efetivamente
DELETE /tarefa Ação de excluir efetivamente

Para criar estas rotas precisamos simplesmente adicionar a seguinte linha no arquivo routes.php:

Route::resource('tarefa', 'TarefaController');

Conforme a documentação do laravel, este comando cria rotas para um serviço RESTful, a lista completa das rotas geradas e outras formas de rotas você pode ver neste link.

Lembrando apenas que ainda não criamos nosso controller, para isso precisamos executar o seguinte comando no terminal na raiz do projeto:

php artisan make:controller TarefaController

Um arquivo chamado TarefaController.php será criado no diretório app/Http/Controllers. Abrindo este arquivo podemos ver que foi criado uma classe “esqueleto” para nós já com todos os métodos necessários. Para provar que não estou mentindo e que tudo está funcionando adicione a seguinte linha no método index dessa classe:

return 'Olá Mundo com Laravel 5';

Depois execute no terminal o seguinte comando:

php artisan serve

Isso iniciará o servidor de testes do laravel na porta 8000 da máquina atual, portanto acesse o endereço http://localhost:8000 para ver a página inicial do laravel, agora acessando o endereço http://localhost:8000/tarefa que chamará via método GET a rota /tarefa que está associado ao controller TarefaController pelas nossas rotas no método index() e portanto o texto “Olá Mundo com Laravel 5” deve ser exibido na tela.

Pois bem, galera esse tutorial vai ficar grande e estou separando em mais partes, na próxima parte mostrarei a parte de Models e Views e, por fim, parte de testes com os novos recursos do Laravel 5, espero que estejam gostando, aguardem pelas próximas postagens.